sexta-feira, 12 de junho de 2015

Artigos Relacionados × +

Criaturas do Universo de Harry Potter: Inferi

Durante anos o Professor Snape lecionou a disciplina de poções em Hogwarts, mas sempre deixou claro seu desejo de dar aulas de defesa contra as artes das trevas. Seu desejo é enfim concretizado em Harry Potter e o Enigma do príncipe. Para falar da criatura de hoje vou apresentar-lhes trechos da primeira aula dele nessa disciplina e aproveitarei para comentar sobre os feitiços não verbais. Vejamos:

- Suas defesas- disse Snape alteando a voz_, portando têm de ser flexíveis como as Artes que vocês querem neutralizar. Esses quadros _ ele apontou alguns à medida que passava_ são uma boa representação do que acontece com quem, por exemplo, sofre a maldição Cruciatus- ( fez um gesto indicando uma bruxa que visivelmente urrava de dor)_, sente o beijo do dementador_ ( um bruxo de olhos vidrados encolhido contra uma parede)_ ou provoca a agressão de um Inferius_ ( uma massa sangrenta no chão).
_ Então já foi avistado algum inferius? _ perguntou Parvati Patil com voz aguda._ então é oficial, ele está usando Inferi?
_ O Lorde das Trevas usou Inferi no passado_ respondeu Snape_, o que significa que seria sensato presumir que ele possa tornar a usa-los. Agora...
Ele recomeçou a andar pelo outro lado da sala em direção à própria escrivaninha, suas vestes escuras enfunando a cada passo e, mais uma vez, a classe acompanhou com os olhos.
_ ... creio que os senhores são absolutamente novatos no uso de feitiços mudos. Qual é a vantagem de um feitiço mudo?
A mão de Hermione se ergueu no ar. Snape aguardou calmamente olhando os outros alunos, certificando-se de que não tinha outra escolha, antes de dizer secamente:
_ Muito bem... Srta. Granger?
_ O adversário não pode prever que tipo de feitiço a pessoa vai realizar_ respondeu Hermione_, o que lhe dá uma fração de segundos de vantagem.

Bom já na primeira aula de Snape ele mencionou os inferi e ainda introduziu os feitiços não verbais. Eu estava curioso sobre a existência desses feitiços. Tinha visto o Professor R.J. Lupin usar sua varinha contra um dementador dentro do Expresso de Hogwarts em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban sem ter dito uma única palavra, aquilo me deixou curioso e pude ser esclarecido pelo Professor Snape sobre a existência desses feitiços. Ficou evidente também pela aula que é necessária muita concentração para que se consiga concluir esses feitiços, os alunos tem um trabalho árduo para aprender.


Voltemo-nos agora aos Inferis. Eles são um tipo de criatura que só existe no Universo de Harry Potter. São corpos ressuscitados, enfeitiçados por um bruxo das trevas. Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry Potter e Alvo Dumbledore precisam entrar em uma caverna marítima para pegar o medalhão da Sonserina que acreditavam ser uma Horcrux. Eles conseguem executar a tarefa, mas o caminho é bloqueado por uma multidão reanimada de inferi cinzentos e esqueléticos que saem do lago, enfeitiçado por Lorde Voldemort. É preciso um feitiço de fofo para destruir os inferi e permitir que Harry e Dumbledore escapem. Veja a descrição no livro:

... para onde quer que Harry olhasse, cabeças e mãos pálidas saiam da água escura, homens e mulheres e crianças com olhos cegos e afundados se moviam em direção à pedra: um exército de mortos saindo da água negra.

Como os Inferis são criaturas da escuridão, eles temem a luz e o calor. O feitiço mais eficaz contra eles é, portanto, uma convocação de um feitiço que traz fogo e calor, tais como: Lumus Solen, Incendio e Lacarnum Inflamare. Outros feitiços podem funcionar contra poucos Inferis, mas não podem ser úteis contra um exército deles. Deve-se notar que Inferis são resistentes a muitos feitiços, considerando que eles não sentem dor, e assim, resistem a muitos ataques cujo principal efeito é a dor.

"Inferius" em Latim significa "disfarçado, inferior". Outra forma também poderia ser da palavra "inferus", "o morto; inferiores". Como Rowling às vezes faz mudanças das formas reais das palavras em latim para formar alguns encantamentos, nomes de criaturas ou de pessoas, ela poderia muito bem fazer com que o segundo significado seja o correto. Outro significado de "Inferi" do Latim significa: "do inferno". Talvez até seja por isso que essas criaturas são tão sombrias.

Os inferi no filme Enigma do Príncipe são grotescos e assustadores e sua única tarefa é impedir qualquer pessoa de sair da caverna. No entanto, apesar de esses seres “mortos-vivos” serem controlados pelas Artes das Trevas, eles são vitimas de Voldemort. Os produtores de Harry Potter queriam que essas criaturas fossem tão ameaçadoras quanto necessário, mas que também despertassem pena na plateia. A pesquisa de desenvolvimento visual incluiu o estudo de cortes de madeira da idade Média com imagens de seres deformados e monstruosos e trabalhos clássicos como A Divina Comédia e Paraíso Perdido. Os artistas até viram fotos de corpos afogados para observar como isso afetaria a cor e a textura da pele.


As cenas finais acima e embaixo da água consistiam em milhares de inferi embolados em uma multidão caótica. Um dos efeitos mais desafiadores para a cena final com os Inferis foi criar o feitiço de fogo que permite que Harry Potter e Dumbledore fujam. A iluminação era crucial, e os artistas digitais precisavam desenvolver um software novo que os permitia trabalhar com uma grande quantidade de Inferi, assim como com o próprio fogo. Isso significava iluminar os inferi pelas chamas que os envolviam e destruíam. O fogo foi elaborado como se fosse um tornado para parecer intenso e violento. 

Você irá gostar

Criaturas do Universo de Harry Potter: Inferi
4/ 5
Oleh

10 comentários

Escrever comentários
avatar
13 de junho de 2015 00:06

Olá, tudo bem?

Não sou fanática em HP - ainda que goste da série, mas, uma coisa que reconheço que a autora construiu bem foram as criaturas, são sensacionais!

Os quotes que você separou são bacanas, dá até uma vontade de rever os filmes (os livros eu não leria de novo hehehe).
Olá, boa noite!

Não curti muito a capa dos últimos livros da postagem e o único que me chamou um pouco a atenção no momento, foi "Traição do Destino", vou esperar por resenhas para saber um pouco mais sobre ele, :D

Beijo!
Livros & Tal [livrosetalgroup.blogspot.com.br]

Responder
avatar
13 de junho de 2015 17:29

Tenho um trauma com Harry Potter... Nunca li os livros ou assisti aos filmes, portanto o meu trauma não tem relação com a obra, é uma outra questão. Estou querendo quebrar esse trauma, ler os livros e assistir aos filmes. Lendo o seu post, a minha vontade de quebrar esse trauma só aumentou, parece ser uma história bem construída e essas criaturas são FANTÁSTICAS!

Abraços,
Karina do blog Eu e Minha Cultura.

Responder
avatar
14 de junho de 2015 10:01

Olá!

Gostei do seu post. Sou apaixonada pelas criaturas do universo Harry Potter e fiquei feliz em ler um pouco mais sobre uma delas.

Responder
avatar
14 de junho de 2015 21:12

Oláá
Adorei o post, sempre é bom saber mais sobre HP, eu assisti todos mas ainda não li os livros, porém quero muito haha

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Responder
avatar
14 de junho de 2015 23:36

às vezes, penso que esses textos tão bem detalhados de HP é seu TCC, ou algum estudo universitário. Você me faz lembrar coisas da obra e pensar sobre eles, HP não foi um livro ou filme que li ou vi com frequência, então, quanto paro para analisar os arquétipos que você traz tão detalhados, imagino que deveria reler hehehehehehe

Responder
avatar
15 de junho de 2015 10:08

Ola Augusto cada vez que leio essas postagem sobre Harry me vem a tona, cenas maravilhosas que dá vontade de sair correndo e reler a série inteira. A autora criou criaturas perfeitas ( dentro do contexto da magia). abraços

Joyce
www.livrosencantos.com

Responder
avatar
16 de junho de 2015 00:06

Oi Augusto, aos poucos você vai me apresentando este mundo do HP, assim, quando eu resolver ler, já conhecerei os personagens e suas caracteristicas.
Bjs, Rose.

Responder
avatar
19 de junho de 2015 01:00

Oie, tudo bom?
Parabéns pelo post, pois trouxe diversas informações que eu desconhecia sobre o universo HP.
Você viu o livro que a Record vai lançar sobre HP?
Beijos,
http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

Responder
avatar
19 de junho de 2015 17:06

Oi, tudo bem? Amei a postagem! Ainda gosto bastante de HP, mas, com o tempo, fui me distanciando. É bom vir aqui e "reviver" meus tempos de fanatismo <3 Eu quase não dava muita atenção às criaturas mágicas mencionadas e os Inferi foram uma delas. Acho que a única que despertou a minha solidariedade foi o Bicuço <3
Adoro seu blog por causa dos tema de HP que você aborda! :)

Love, Nina.
http://ninaeuma.blogspot.com/

Responder
avatar
26 de junho de 2015 19:30

Olá!
Adoro tudo que envolve o mundo de Harry Potter, é sempre bom ler postagens com explicações ou curiosidades sobre as criaturas desse universo.

luadeneon.com

Responder